Keraton Banho de Brilho Prata .:. Resenha

No início do mês fiz compras na perfumaria e resolvi levar o Keraton, matizante indicado pela leitora Carol. Aliás, cheguei a fazer um vídeo das comprinhas AQUI.

Toda loira sabe que não tem como manter o cabelo em um tom bonito, sem matizar os fios com frequência. O loiro tende a puxar para o alaranjado e não fica bonito. Claro que alguns cabelos puxam mais, outros puxam menos.

Deus me presentou com a sorte #not de um cabelo que puxa muito para o alaranjado e por isso eu preciso tonalizar semanalmente. O problema é que isso resseca demais os fios.

De acordo com a embalgem, Keraton Banho de Brilho é uma máscara hidratante tonalizante indicada para ser aplicada após processos de alisamento ou permanente, entre uma coloração e outra ou sempre que seus cabelos perderem a cor e o brilho. Realça a coloração dando mais vitalidade e devolvendo o brilho natural, de forma extremamente suave e sem agredir os fios. Resiste de seis a oito lavagens.

Está disponível em 26 nuances e eu escolhi a Prata Cendré. Também tem a opção Pastel, mas que de acordo com a vendedora da loja, deixa menos cinza. Para quem prefere, a cor Trigo deixa o loiro bem dourado.

Seguindo dicas da leitora Carol, misturei o Keraton com creme hidratante. Coloquei duas colheres de sopa do matizante e uma colher de máscara hidratante na cor branca. Deixei agir por 30 minutos e o resultado foi esse…

antes e depois

Deu uma boa quebrada no fundo avermelhado, mas ele continua ali.

Na segunda vez em que usei, quinze dias após a primeira, apliquei quatro colheres apenas do Keraton puro e deixei agir por 30 minutos também e o resultado foi esse…

antes e depois

Acho que nem preciso comentar que o ‘vermelhão’ do cabelo deu uma boa diminuída. Agora meu cabelo está mais para esverdeado, graças ao cloro das hidros que faço #ProjetoCarolMagra.

A foto do depois ficou meio escura, não sei o que houve #lerdeza mas dá para notar que o verde ‘matou’ bastante o vermelho e o matizante quebrou bem o verde. Achei que o resultado ficou muito bom! O vermelho ainda está ali, mas bem menos aparente.

Na boa? Nem sei o que é pior, se o vermelho ou verde, porque eu tô numa birra com isso. Para quem está chegando agora, no início do ano comecei um processo de luzes inversas, para escurecer o cabelo e agora me arrependo até a alma, já que a tinta desbotou e ficou esse vermelhão.

Solução? Matizar muito e pedir a Deus que me dê muita paciência, além de fazer meu cabelo crescer bastante, assim vou cortando e tirando isso tudo, até ficar novamente meus fios naturais e descoloridos, só!

O que eu achei bem legal do keraton é que ele resseca muito menos que outros matizantes que já testei. Mesmo depois de aplicá-lo meu cabelo ainda tinha brilho e estava um pouco macio. Não é aquela hidratação, não restaura os fios, mas trata um pouco.

Outro ponto super positivo é que ele não tem cheiro, pois o outro matizante que uso, da Tec Italy deixa meu cabelo com um cheiro forte e horrível.

Tem mais um detalhe bacana: ele não chumba o cabelo! Mesmo deixando o produto puro, por 30 minutos, não aconteceu de os fios descoloridos ficarem roxos.

Quem tá por fora, explico, quando você usa um produto desamarelador e deixa muito tempo no cabelo, a tendência é que os fios descoloridos fiquem roxinhos, mas isso sai logo na próxima lavagem.

A embalagem vem com 100gr e rende bastante. Depois de ter usado toda essa quantidade citada no post, ainda tem quase meia embalagem, ou seja, poderei matizar no mínimo, mais duas vezes.

Uma coisa que percebi ao longo dos meses, usando diversos produtos para matizar, é que quando mantenho a matização semanal, sem falha, o avermelhado vai diminuindo progressivamente. Quero continuar usando Keraton, mas apenas com aplicações do produto puro, que no meu cabelo deu mais resultado.

Paguei R$18,00 e com certeza comprarei novamente. Adorei! Dá para conferir todas as nuances AQUI.

Alguém aí já usou?

Quer conteúdo exclusivo sobre maquiagem, esmaltes, lançamentos, sorteios e muito mais? Clica AQUI e curte!

Commentários do Facebook

comentários.

Comentários

Deixe uma resposta